TVE x Neto

Por meio de nota, o deputado federal Jorge Solla (PT-BA) afirma que ingressará com um pedido de abertura de inquérito no Ministério Público para que o prefeito ACM Neto (DEM) seja investigado por crime de prevaricação e improbidade administrativa. A denúncia se baseia na “aparente falta de respaldo técnico para a decisão de desmontar estruturas provisórias da TVE anteriormente aprovadas pela prefeitura no circuito Dodô (Barra)”.

Trata-se de uma grua instalada numa rua transversal da Avenida Oceânica – equipamento similar está sendo utilizado sem restrições pela TV Bahia, empresa da família de ACM.

“Está claro que a qualidade e audiência da transmissão da TVE no carnaval tem ameaçado o império da TV Bahia, os patrocinadores cobram. Consultei todos os técnicos da TVE, que garantem que obtiveram todas as licenças cobradas pela prefeitura. Se há mesmo perseguição empresarial cometida pelo prefeito, usando o poder público para atender negócios pessoais, privados, isso é crime, está tipificado como prevaricação e improbidade. Se não tiver razão técnica, ACM Neto pagará por perseguir a TVE”, disse o parlamentar petista

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *