Sem acordo, oposição vai votar contra concessão do novo Centro de Convenções na Boca do Rio

Será votado nesta quarta-feira (6) o projeto de lei de autoria da prefeitura de Salvador que via conceder a concessão de construção do Novo Centro de Convenções da cidade na área do antigo Aeroclube. A proposição está em tramitação na Câmara de Salvador desde o mês passado.

Porém, a oposição, conforme apurado pelo BNews, vai se posicionar contra a medida, principalmente numa atitude para ir de encontro ao Palácio Thomé de Souza na queda de braço com o governo do Estado e o Centro de Convenções de Rui, que deve ser construído no Parque de Exposições na Paralela.

A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) afirmou que sua posição pessoal é ser contra. “Pode pegar esse dinheiro e se gastar em outros setores como Saúde e Educação. Acho desnecessária a construção desse novo centro sendo que o governador anunciou a construção de um”, disse.

Trindade também afirmou que o assunto ainda rende na seara judicial e requer mais tempo para análise.

CONTRA A CIDADE – A bancada de oposição deve usar o argumento do “jogo contra cidade”. Os edis alegam que o equipamento é necessário e eficaz para movimentar o trade turístico de Salvador e o prefeito ACM Neto (DEM) tomou a atitude no vácuo do governador.

Um dos que repetem esse discurso é Kiki Bispo (PTB). “Eu não quero crer que a oposição votará contra um projeto tão importante como esse. Isso é votar contra o desenvolvimento da cidade de Salvador”, argumentou.

Apesar das arestas a serem aparadas na base, o projeto deve passar sem grandes apertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *