PF culpa escrivão por erro sobre contagem das malas de Geddel; todas as nove estão em Brasília

A Polícia Federal encaminhou nota a revista Época e afirmou que por um erro do escrivão, a contagem das malas dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador pertence a Geddel Vieira Lima foi feita errada. Duas malas menores estavam dentro de outras duas maiores. O escrivão, no entanto, havia consignado a falta das duas malas em documento. O sumiço seria grave para as investigações, já que as malas constituem provas relevantes para este inquérito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *