PF caso Marielle

A Polícia Federal (PF) está pronta para assumir as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. A certeza foi declarada neste domingo (12) pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

 

Ao jornal O Globo, o ministro acrescentou que, para que a PF entre no caso, é necessário apenas um pedido dos ministérios públicos do Rio de Janeiro e Federal, além da Secretaria de Segurança do Estado. De acordo com Jungmann, o presidente Michel Temer já autorizou que a PF integre a equipe de investigação do caso.

 

“Se o Ministério Público do Estado do Rio, o Ministério Público Federal ou a Segurança do Rio requererem, a PF está pronta para assumir as investigações, como uma das melhores polícias investigativas do mundo. Com todos seus recursos humanos e tecnológicos”, disse.

 

Apesar de reforçar a competência da Polícia Federal, Jungmann afirmou não ser possível fixar uma data para conclusão do caso, principalmente após tanto tempo. As mortes de Marielle e Anderson completaram recentemente 150 dias.

 

“Em tese, uma investigação complexa como essa, com tanto tempo já passado, não se pode dar prazo, fixar uma data. E seria importante , caso se requeira a PF, repito, a colaboração da equipe da Polícia Civil, que é dedicada”, argumentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *