Marido confessa assassinato de grávida, um dia antes do parto, em Serrinha.

Grávida de oito meses, Daiane Reis Mota, 26 anos, encontrada morta no último domingo (17) na cidade de Serrinha, no nordeste baiano, foi assassinada pelo próprio marido, Adilson Prado Lima Júnior, de mesma idade. Ele havia denunciado inicialmente o desaparecimento da vítima, depois de sair para fazer compras, mas a polícia desconfiou da versão dele, que acabou por confessar o crime.

A polícia detalha que a descoberta recente de diálogos no WhatsApp motivou o crime, pois Adilson suspeitava que a criança que Daiane esperava não era dele. O acusado revelou também que o revólver utilizado no crime foi dispensado em um matagal. Já os documentos e celular da vítima foram escondidos no armário de casa para dificultar a identificação. Ele foi indiciado pelo crime de feminicídio e está à disposição da Justiça.

Daiane foi encontrada morta um dia antes do parto, marcado para esta segunda-feira (18). O corpo dela foi achado em um matagal da zona rural, no povoado de Murici, por ciclistas que faziam trilhas e chamaram a polícia, e levado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Serrinha.

O sepultamento está marcado para as 10h desta segunda-feira, no Cemitério Jardim das Acácias, do bairro Cidade Nova.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *