Lídice

Uma ala governista tenta convencer até o último minuto a senadora Lídice da Mata (PSB) a disputar suplência de Jaques Wagner (PT), que será candidato à Câmara Alta do Congresso. A ideia é que, se for eleito e alguém do PT ou aliado conseguir vencer as eleições presidenciais, Wagner pediria licença do mandato para voltar a ser ministro de Estado. Com isso, a socialista assumiria a cadeira. No entanto, Lídice e o partido não estão satisfeitos com a opção. A tendência hoje é ela sair a deputada federal. O plano imediato é fazer Bebeto Galvão desistir da candidatura à reeleição para ocupar esse espaço concedido a Lídice. O governador Rui Costa (PT) quer ganhar tempo para postergar o anúncio da chapa e conseguir equalizar esse imbróglio. Nesta terça-feira (12), o chefe do Executivo baiano disse que esperaria a chegada do seu vice João Leão (PP), que está na China, para poder, enfim, divulgar a chapa majoritária completa à imprensa até a próxima terça-feira (19), após afirmar anteriormente que divulgaria na primeira semana de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *