‘ Impossível’

O prefeito ACM Neto admitiu nesta terça-feira (13) que é “humanamente impossível” para a prefeitura fiscalizar todas as construções irregulares em Salvador. Em coletiva de imprensa concedida após o desabamento de um imóvel no bairro de Pituaçu que matou quatro pessoas, ele explicou que a gestão municipal vem colocando em prática ações de conscientização para que as pessoas reportem casos de situação de emergência em suas residências. “Como a cidade é muito grande e infelizmente ela é tomada, invariavelmente, por muitas ocupações irregulares, é humanamente impossível”, comentou o prefeito. “Elas [as famílias] precisam ter o cuidado da preservação da própria vida”, disse. Segundo ele, as ações de conscientização junto às pessoas em situação de risco se intensificaram após a tragédia em Barro Branco, quando um deslizamento de terra matou 11 pessoas em 2015. ACM Neto prometeu ainda que a prefeitura deve lançar neste ano um programa para que as pessoas com residências em situação irregular regularizem suas casas. O projeto está sob coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), como parte do Salvador 360, e deve impactar especialmente as “Zonas de Especial Interesse Social”. “Elas concentram praticamente todas as áreas de risco da cidade. O objetivo não é punitivo. Nós não queremos, a partir do registro, punir ninguém. Nós queremos é conhecer de fato esse número [de residências em situação irregular] e a situação de cada um desses imóveis”, detalhou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *