Explosivo é detonado em estação de metrô e ônibus em Nova York

Um artefato explosivo foi detonado em uma estação de metrô e ônibus no centro de Manhattan, em Nova York, por volta de 7h30 (no horário local) desta segunda-feira (11). Um suspeito, identificado como Akayed Ullah, de 27 anos, foi detido. Ferido, ele foi levado ao hospital.

Segundo o G1, o prefeito da cidade, Bill de Blasio, disse que foi uma “tentativa de ataque terrorista” que não deu certo. Os bombeiros informaram que o suspeito tem queimaduras e lacerações, e que outras três pessoas têm ferimentos leves.

Ainda segundo a publicação, a explosão ocorreu na estação que fica no cruzamento da Rua 42 com a 8ª Avenida, por onde passam três linhas de metrô e está também o terminal de ônibus da Port Authority. O governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, informou que o artefato é de “baixa tecnologia” — trata-se de uma bomba caseira que o suspeito tinha amarrada a seu corpo com velcro e zíperes. Ullah, que agiu sozinho, foi identificado pela imprensa americana como natural de Bangladesh. Segundo a agência Associated Press, policiais disseram que o suspeito teria inspiração nos radicais do Estado Islâmico, mas não tinha contato com o grupo terrorista.

Por precaução, as linhas A, C e E do metrô tiveram o itinerário alterado, passando a não parar na estação onde ocorreu o incidente. As ruas do entorno foram bloqueadas e o esquadrão antibombas foi acionado. Após algumas horas, os serviços de transporte foram restabelecidos. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi informado do ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *