EUA se retiram do Pacto Mundial da ONU sobre migração e refugiados

Os Estados Unidos anunciaram, no sábado (3), sua retirada de um Pacto Mundial da ONU sobre proteção de migrantes e refugiados por considerá-lo “incompatível” com a política migratória americana.

“Hoje, a missão americana na ONU informou a seu secretário-geral que os Estados Unidos encerrarão sua participação no Pacto Mundial sobre a Migração”, anunciou a representação de Washington em um comunicado.

Os 193 membros da Assembleia Geral da ONU aprovaram em setembro de 2016 a Declaração de Nova York com o propósito de melhorar a proteção e a gestão dos movimentos de migrantes e refugiados.

Nesse sentido, a declaração concedeu um mandato ao Alto Comissariado da ONU para os Refugiados para propor à Assembleia Geral, em 2018, um pacto mundial que teria dois eixos: definições de respostas diante do problema e um programa de ação.

“A Declaração de Nova York abarca muitas disposições que são incompatíveis com as políticas americanas de imigração e refugiados e com os princípios ditados pela administração Trump em matéria de imigração”, afirma o comunicado da missão americana na ONU.

“Em consequência, o presidente Trump decidiu deter a participação dos Estados Unidos na preparação do pacto que aponta para obter um consenso na ONU em 2018”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *