Catraca livre

O diretor de relações institucionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, afirmou nesta terça-feira (22) que a iniciativa dos rodoviários de circular com os ônibus sem cobrar passagem durante a greve da categoria , deflagrada nesta tarde, é “fraude na lei”. “Isso não existe. Eles estarão descumprindo a lei de greve. Não pode não cobrar a passagem. Eles teriam que pagar a multa determinada pela liminar”, reivindicou Castro em entrevista ao Bahia Notícias, referindo-se à decisão da Justiça do Trabalho que obrigou os rodoviários a disponibilizarem para serviço 50% do efetivo durante os horários de pico na capital baiana. Ainda segundo Castro, não há mais possibilidade de negociação com os trabalhadores. Agora, a questão só poderá ser resolvida judicialmente. “Não tem mais negociações. Vamos atrás do dissídio coletivo de greve. Já ingressamos com uma ação, em pedido de urgência. Vamos esperar. Agora é o tribunal que decide”, afirmou.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *