Adolescente que estava desaparecida é encontrada baleada e morre no HGE

A adolescente Vitória Melo dos Santos, 17 anos, que desapareceu após sair do Engenho Velho de Brotas para encontrar o namorado, morreu após ser encontrada baleada pela família no Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo parentes, ela foi encontrada no hospital na última segunda-feira (27), mas a família ainda não sabe dizer o que aconteceu com a jovem.

“Ela sumiu, eu não sabia onde ela estava. Quando fui encontrar foi no HGE”, disse a mãe da menina, a diarista Helena Melo, 36 anos. Vitória foi vista pela última vez ao sair do salão, onde trabalhava, para encontrar com o namorado na Cidade Baixa, no dia 18 de novembro. Desde então, não havia dado notícias.

Após o sumiço da jovem, a mãe contou que o namorado disse ter ficado esperando por Vitória, mas que ela não apareceu nem atendeu às ligações. “Ele pediu que ela fosse buscar um dinheiro para ele na cidade Baixa”, contou a mãe, logo após o desaparecimento.

A família da jovem percorreu diversos bairros da cidade até encontrá-la baleada no HGE. Vitória ficou internada, mas acabou não resistindo. Em um boletim de ocorrência do posto da Polícia Civil, no HGE, uma mulher – que ainda não tinha sido identificada – deu entrada no hospital no dia 18 de novembro, às 15h59, após ser socorrida por um policial. Segundo o registro, testemunhas contaram que ela foi baleada no pescoço após sofrer uma tentativa de latrocínio na Baixa do Bonfim.

Já no livro de óbitos do posto, a vítima é identificada como a adolescente Vitória Melo, que morreu no dia 29 de novembro, e o caso é tipificado como homicídio consumado.

O corpo da adolescente foi enterrado na manhã deste domingo (3), no Cemitério Municipal de Brotas. “Ela era uma pessoa muito boa. Só o tanto de gente que tem aqui já mostra isso”, disse Cleise Viana, amiga de Vitória. Durante o sepultamento, a mãe entrou em desespero. “Por que isso comigo? Por que fizeram isso comigo? A minha filha não merecia ter esse fim miserável”, disse, aos prantos. O pai da jovem não conseguiu ir ao enterro.

fonte:Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *