Ao ligar para o número 180, o cidadão terá acesso a um canal de orientação sobre direitos e serviços públicos para mulheres. Agora, vai ser iniciado um serviço de atendimento especial para atletas que precisam relatar assédio. A ação é uma parceria entre o Ministério do Esporte e a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres com o objetivo de prevenir e combater, em âmbito federal, o assédio às atletas brasileiras, sejam elas amadoras ou profissionais. A denúncia pode ser feita tanto no Brasil quanto no exterior. “Acredito que toda ação que impulsione a verbalização e o enfrentamento é uma ferramenta importante”, considera a nadadora Joanna Maranhão. Joanna é um dos exemplos de atletas que já sofreram com os assédios e abusos. Aos nove anos, ela foi abusada pelo treinador.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *